domingo, novembro 20, 2005

Freak Show - Deixei para último o candidato anedota. José Maria Martins é aquilo a que gosto de chamar uma "não-conformidade" da sociedade portuguesa. Felizmente, e para todos os efeitos, esta candidatura é olhada pela grande maioria, como grotesca. Parece-me claro que há consenso em relação a esta personagem. Trata-se de um "fura-vidas" que tem na sua biografia (vejam sem falta através do link) realizações e participações incipientes na sociedade e em diferentes organizações mas que, de algum modo, lhe foram permitindo ganhar alguma visibilidade. Veja-se por exemplo que foi militante do PS entre 1977 e 1997, o que já diz alguma coisa sobre as suas ambições e, principalmente, forma de actuar. Claro que sim, claro que era um desconhecido até escolher defender Bibi, e depois Saddam Hussein, e agora com esta candidatura. Mas prepara-se agora para marcar durante mais algum tempo a sociedade portuguesa como imagem, como exemplo do pior que temos como nação. E no fim qual vai ser o resultado? Felizmente para todos nós, espero que nenhum. Mas a título individual este homem, vai sair com certeza mais rico, mais protegido, melhor (ou pior, em função daquilo que acharem correcto e eticamente aceitável) relacionado, e claro muito mais conhecido. Daí que seja uma "não-conformidade". É curioso e, claro, muito preocupante, que personagens desta natureza, às quais podiamos juntar todo um conjunto de candidatos e vencedores autarquicos por exemplo, continuem a tirar grande dividendos, mesmo quando existe uma clara unanimidade em relação à natureza perversa, desviante, ilegal e prejudicial da sua actuação. Mas enfim, hoje coloquem os holofotes neste último candidato a surgir no DD.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home